Kilian Martin

Kilian Martin: India Within

Mais um incrível vídeo de Kilian Martin. Ainda não consegui entender como ele faz tudo isso.

Tudo sobre esportes radicais é aqui no AmantesDoEsporte.com.

Kilian Martin – Alterando a Rota

Skate Kilian Martin

Este é aquele vídeo que dizemos apenas: “Nooossaaaa”!

Com vocês Kilian Martin:

Entrevista com Kilian Martin

Entrevista com Kilian Martin

No mês de Agosto colocamos em nosso site um vídeo de Kilian Martin para animar o dia após a notícia que um vereador querendo proibir skate nas calçadas de São Paulo.

Martin executa manobras como se estivesse dançando. Apóia-se no com as mãos no skate e fica estático por alguns segundos. Ginga sobre dois skates ao mesmo tempo, gira, busca apoio nas paredes. O skatista é natural de Madrid, onde começou no surf, mas como a distância não o ajudava preferio trocar a água pelo asfalto de Califórnia.

Kilian foi entrevistado pela revista TRIP, dizendo sobre sua habilidade no skate, músicas, manobras e muito mais.Veja abaixo a essa entrevista:

Como você conseguiu misturar ginástica olímpica com skate?
Na primeira semana em que comecei a andar de skate, eu vi vídeos nos quais os skatistas faziam paradas de mão. Naquela época eu ainda estava na Escola de Ginástica Olímpica e fiquei atraído pela ideia de fazer uma parada de mão num skate. Mas eu não tinha equilíbrio o suficiente para isso. Eu ainda estava aprendendo a dar ollies. Depois de mais ou menos um ano de treino e de ter gostado do freestyle, contei a um amigo como eu queria fazer a parada de mão no skate, mas era difícil. Ele disse: “Você tem formação em ginástica olímpica, então se tem alguém que pode fazer isso, é você”. Isso me fez treinar mais e me motivou a incluir mais habilidades da ginástica no skate.

As músicas dos seus vídeos são bem calmas. É sua escolha isso?
Brett Novak é o diretor, é ele quem escolhe a música. Mas reconheço seu ótimo gosto. Ele não quer fazer um vídeo de skate típico, quer fazer uma obra de arte. E acho que a música ajuda.

Quanto tempo você demora para criar uma manobra nova?
Eu invento uma nova quase todo dia. Invento uma e essa me leva para outra. Nem sei se a maioria é possível. Pelo menos 70% das manobras que fiz no meu último vídeo, eu nunca tinha feito antes de o Breet filmar. Escrevo todos as manobras que me vem à cabeça num notebook. Lá tem uma foto do Bruce Lee e várias frases da filosofia dele. Como Bruce diz: “A única maneira de encontrar os limites do possível é ir além deles no impossível”. Estou feliz porque cresço a cada dia e, sinceramente, não sei onde estão os limites.

Entrevista com Kilian MartinQuem são seus skatistas favoritos?
Gosto do Pierre Andre dos anos 80. Assisto a muitos skatistas dos anos 70. Stacy Peralta e companhia. Kevin Harris tem um estilo único. Também existem muitos skatistas do street talentosos. Geralmente, gosto de quem tem personalidade.

O que você escuta enquanto anda?
Muitos tipos de música. Gosto muito de punk e hardcore das antigas, música dos anos 90, techno.

Você ainda surfa?
Sim, acho que pegar onda é uma das melhores sensações que existe. Quando estou perto da praia, tento arranjar um tempo para surfar. Me divirto muito e é um ótimo exercício.

Por que você quis morar na Califórnia?
Porque eu consegui realizar um sonho, e isso te faz se mexer para o próximo sonho. Se skate é a sua paixão, você definitivamente precisa ir para a Califórnia e andar de skate no lugar onde nasceu o esporte. Andar onde lendas andaram, curtir o clima e andar com um amigo num carro conversível dos anos 60 pela praia procurando “spots” de skate ouvindo músicas antigas no talo, olhando as ondas enormes. Participar do seu próprio filme clássico [risos].

Como é o skate na Espanha? Forte?
Acho muito bom. Os lugares para andar são ótimos e há grandes skatistas aqui. Não é tão banido como é nos EUA. Profissionais como Ivan Rivaldo, Javier Sarmiento e Jesus Fernandez são reconhecidos em todo o mundo e estão com marcas de skate grandes.

Qual é seu lugar preferido para andar?
Gosto de andar numa escola perto da minha casa. Ou em qualquer lugar com uma superfície boa.

O que você mais aprecia no skate?
Quando sua dedicação para executar uma manobra é compensada. Depois de tentar quarenta vezes, não desistir e a liberdade que você sente ao se expressar através dela [da manobra]. Você também pode usá-la como terapia para os problemas. É uma forma de arte que te faz sentir diferente.

Veja seu mais novo vídeo:



(fonte: TRIP)