æTudo sobre MotocrossAntonio Cairoli vence GP Brasil MX

Depois dos treinos livres e classificatórias no sábado, tudo estava pronto no dia seguinte para as grandes finais. Marvin Musquin e Antonio Cairoli tinham chances de conquistar os títulos de suas respectivas categorias, mas teriam que contar com um azar dos adversários, e foi isso exatamente o que aconteceu na MX1. Acompanhe um resumo da prova brasileira que corou Cairoli como bi-campeão da MX1.

MX2 – Na primeira bateria Musquin disparou na frente e procurou manter a primeira posição, mas o alemão Ken Roczen, estava animado e acabou vencendo a prova, seguido por Musquin, Arnaud Tonus, Zach Osborne e Harri Kullas. O brasileiro Swian Zanoni vinha na 11a. posição, como melhor piloto nacional, mas acabou se enroscando na tela ao redor da pista e travou sua roda traseira, abandonando a prova. O melhor piloto brasileiro foi Christopher Castro, na 13a. colocação.
Na segunda bateria repeteco da primeira, com Musquin em primeiro e Roczen em segundo, mas o alemão queria o primeiro lugar e acabou ultrapassando o francês vencendo a corrida, garantindo o primeiro lugar na geral. Musquin foi segundo, seguido por Jeremy Van Horebeek, Gautier Paulin e Steven Frossard. Zanoni foi o melhor brasileiro da prova, na 13a. posição.
Com o resultado, Musquin perdeu seis pontos de vantagem , mas mantém interessantes 72 pontos sobre Roczen. Pipo Castro foi o melhor brasileiro da categoria, ele terminou na 14a. posição na segunda prova.

MX1 – Na primeira bateria destaque para David Philippaerts que disparou na frente e garantiu a vitória, seguido por Cairoli, Desalle, Max Nagl e Davide Guarnieri. O melhor piloto brasileiro foi Antonio Jorge Balbi Jr. na 11a. posição. Na segunda bateria melhor para Desalle, que liderava a prova, enquanto Cairoli tentava recuperar posições. O italiano acabou conquistando o segundo lugar, mas quando se aproximava de Desalle, acabou caindo e retornou na quarta posição. Voltou para o segundo lugar e faltando duas voltas para o término da corrida, quando tudo indicava vitória de Desalle, sua moto simplesmente apagou (falta de combustível). Com a vitória, Cairoli conquistou o título da temporada antecipamente. “Não posso acreditar, não esperava vencer aquí. Mas a sorte esteve ao meu lado e agora vou comemorar o título.” afirmou o animado italiano. Balbi repetiu o resultado da primeira bateria e foi o melhor piloto brasileiro da MX1. Sua irmão Mariana Balbi participou da prova, conquistando dois pontos no campeonato.

(fonte:ESPN)