æTudo sobre MotocrossO MX das Nações fica com os EUA

Como era de se esperar, os Estados Unidos conquistou seu 21º título no Nações. Representado pelos pilotos Ryan Dungey, Trey Canard e Andrew Short. a equipe já mostrou supremacia nas classificatórias no sábado, com as vitórias de Canard e Short em suas respectivas categorias. O Brasil se classificou com a 18a. posição, com o Balbi levando a sexta colocação na Open.

No domingo tudo estava pronto para as finais, na primeira bateria, MX2 e MX1, vitória de Dungey, seguido por Antonio Cairoli (Itália), Brett Metcalfe (Austrália), Jonathan Barragan (Espanha) e Gautier Paulin (França). Os brasileiros Christopher Castro e Anderson Ciade ficaram com a 34a. e 35a. posições respectivamente.
Na segunda prova, MX2 e Open, vitória de Ben Townley (Nova Zelândia), seguido por Kyle Regal (Costa Rica), Clement Desalle (Bélgica), e Maximilian Nagl (Alemanha). Os americanos Canard e Short foram 7o. e 13o. lugares e prejudicaram os Estados Unidos, pois depois dessa prova, a Alemanha liderava com 28 pontos, seguida pelos Estados unidos com 33 e a Bélgica com 34.

O brasileiro Balbi fez um excelente 12o. lugar (a frente de Short), e Pipo Castro 32o., e estávamos na 18a. posição na geral.

Hora da verdade, última bateria com as categorias MX1 e Open e novamente a sorte ajudou os Estados Unidos. O alemão Max Nagl caiu e acabou abandonando a prova, enquanto que os americanos lideravam a prova com Dungey em primeiro e Short em segundo, que chegou a perder a posição para Townley, mas com problemas em sua moto, Short ficou com a posição.

Quem poderia apertar os Estados Unidos era a Bélgica, mas Desalle e Ramon, com seus terceiro e sétimo lugares tiveram que se contentar com o segundo lugar na geral, a Alemanha ficou com o terceiro lugar e o Brasil garantiu a 18a. posição.

Classificação Geral:
1º Estados Unidos – 23 pontos
2º Bélgica – 30 pontos
3º Alemanha – 44 pontos
4º Grá Bretanha – 45 pontos
5º Itália – 50 pontos
6º Austrália – 54 pontos
7º França – 71 pontos
8º Nova Zelândia – 90 pontos
9º Portugal – 94 pontos
10º Porto Rico – 99 pontos
18º Brasil – 123 pontos