æTudo sobre SkateLeticia Bufoni fala de título inédito

Enquanto em Costa Mesa na Califórnia Chris Cole levantava a taça e o cheque de 100mil dólares, Letícia Bufoni estava em seu apartamento em Los Angeles se preparando para jantar com as amigas e o namorado. Naquele dia a skatista de 17 anos havia conquistado o bicampeonato no skate street feminino do Maloof Money Cup. Mas ao invés de festa a skatista preferiu o sossego.

Foi exatamente neste ritmo que Letícia Bufoni escreveu definitivamente seu nome entre as grandes do skate feminino, depois de uma rotina de quase 40 dias ininterruptos de skate na Europa, Bufoni teve pernas para aguentar os dois campeonatos mais disputados do ano, os X Games e o Maloof Money Cup.

Em dois fins de semana seguidos Leticia acumulou um segundo lugar nos X Games e o título do Maloof Cup. Um dia após esta maratona, Bufoni partiu em turnê com outras skatistas pelo Estados Unidos afora.

A divulgação do ranking de street feminino da World Cup of Skateboarding foi feita na noite da última segunda-feira (20) e anunciada em primeira mão pelo espn.com.br/skate. No dia seguinte ligamos para a Letícia para ouvir suas opiniões sobre o título, neste momento que recebemos a surpresa que Letícia não sabia ainda que acabava de se tornar campeã mundial. Passado o susto fizemos um breve entrevista com a Letícia que explica, entre muito assuntos, porque evoluiu tanto em 2010.

“Minha carreira vai mudar bastante. Da mesma forma que mudou quando venci meu primeiro campeonato grande. “

Leia abaixo entrevista exclusiva com Letícia Bufoni feita por skype.

Olá Leticia. Vamos ligar o vídeo?
A não! Minha cara está inchada, acabei de acordar!
Só se eu colocar um óculos escuro. (risos)

Fale um pouco sobre o título da WCS?

Eu estava há dois anos em segundo no ranking, este ano tive a felicidade de vencer o ranking mundial. Estou muito feliz. Na verdade eu acabei de ficar sabendo.

Ficou surpresa com o título?
Na real eu não fiquei muito surpresa, pois eu já esperava o título devido as minhas colocações no campeonatos do circuito

Como foi o circuito feminino de 2010?
Nossa, foram muitas etapas, as etapas da Europa. Participei de todos os eventos da WCS este ano. Foram difíceis os campeonatos.
Os campeonatos mais difíceis foram o Maloof e o X Games. As meninas estavam andando muito. Mas graças a deus consegui andar, acertar as manobras. Foi muita emoção.


Deu tudo certo neste ano?
É, este ano foi muito bom. De seis campeonatos venci 4 e fiquei dois em segundo.
Fui para a Europa e todos os campeonatos da Europa me ajudaram bastante.
Acabei treinando e quando cheguei na Califórnia para os X Games e para o Maloof eu estava preparada.

O que mudou de 2009 para 2010, levando em contra que em 2009 você não ficou entre as três primeiras nos X Games?
Resumindo eu cresci um pouco mais. Isso ajudou bastante para pular escadas. As escadas grandes dos X Games e a enfrentar os corrimãos.

No ano passado, a última parte com aquelas escadas gigantes e os corrimãos foram um grande problema, pois eu não fazia boas manobras.

Esse ano já treinei bastante em escada, corrimão, treinei em pista que ajudou muito. Além disso cresci um pouco, isso ajudou bastante.

O que muda agora após o título da WCS?
Acredito que minha carreira vai mudar bastante. Da mesma forma que mudou quando venci meu primeiro campeonato grande.
Já não sou aquela Zé ninguém que chegou do Brasil ontem, o pessoal começa a respeitar mais.

Como você vai fazer para comemorar o título?
Nossa, agora você me pegou. Hoje vai ter um jantar com as amigas. Ninguém sabia do título, mas vou acabar contando para todo mundo no jantar. Será uma espécie de comemoração.

Volte a dormir Letícia.
Vou tentar dormir um pouco, mas tenho que sair daqui a pouco mesmo. (risos)

(fonte:ESPN)