æTudo sobre SkateVida Sobre Rodas – Entrevista com Lincoln Ueda

Lincoln Ueda é um dos quatro protagonistas do filme Vida Sobre Rodas, que estreia no dia 26 de novembro em circuito nacional. Confira entrevista do skatista falando sobre a produção.
Como foi o início da sua carreira? Quais foram as dificuldades enfrentadas?
Meu inicio de carreira foi bastante tranqüilo, contei com o apoio total da minha família, a maior dificuldade foi encontrar material nacional de qualidade para a prática do skate. Na época a indústria brasileira não era tão desenvolvida como nos dias de hoje. O acesso a produtos, vídeos e revistas internacionais era difícil, de qualquer forma a vontade de andar de skate foi maior.

A pista da Ultra teve uma importância fundamental. Você achava que a Ultra teria toda essa visibilidade na história do Skate do país, ajudando na “popularização” do esporte e até mudando o jeito de praticar skate?

A Ultra foi muito importante para o desenvolvimento do skate vertical no Brasil, pois foi o berço de pessoas como Bob Burnquist e Cristiano Mateus. A evolução dos skatistas na Ultra era constante. A geração dos Ultra boys foi uma das mais fortes da época. Os eventos que lá aconteceram foram também marcantes. Houve uma época em que os campeonatos amadores da Ultra eram de nível técnico maior que o dos profissionais.

O que você achou da idéia de fazer um documentário sobre skate que tem como cenário o Brasil?
O Brasil tem uma grande participação no cenário mundial. Acho que muitas pessoas têm a curiosidade de saber nossa história. Um documentário como o “Vida Sobre Rodas” ajudará a contar um pouco do que aconteceu nas últimas décadas através de pessoas que continuam atuando no cenário mundial. O Brasil sempre estará presente na indústria do skate global. Espero que daqui a 20 anos seja possível celebrar mais um documentário como este.

Uma parte considerável das imagens do “Vida sobre Rodas” é do arquivo do seu pai, que o acompanhava e registrava todos os seus passos. Será que seu pai já imaginava que você alcançaria esse sucesso todo no skate mundial?
Com certeza meu pai nunca imaginou que as coisas chegariam a este ponto, de ver o skate nas telas de cinema, principalmente ver o filho dele participando de tudo isso. Meu pai e minha mãe sempre acreditaram no meu potencial e certamente são de muita importância na minha carreira, o apoio familiar foi, e continua sendo fundamental.

Hoje você é ídolo do segundo esporte mais praticado no Brasil e que nos anos 80 era marginalizado, além de ser referência para essa nova geração de skatistas. Como encara isso? Achava que chegaria tão longe com o skate? Quem eram seus ídolos?

Difícil de acreditar que sou referência e ídolo para uma nova geração. Tenho consciência desta responsabilidade. Nunca pensei que o skate chegaria nesta proporção, ser o segundo esporte mais praticado no Brasil. Isso mostra a importância da minha geração e das gerações passadas, que sempre acreditaram nesta cultura. Engraçado ter hoje meus ídolos Christian Hosoi e Sergie Ventura, inseridos em parte do meu dia-a-dia. Hoje sou sócio do Sergie Ventura na Type-S Wheels e integrante da equipe Hosoi Skateboards. O mundo dá voltas mesmo!

Como foi dar os depoimentos e reviver uma parte considerável de sua história? Algum fato curioso?
Foi muito legal poder relembrar do passado, tempos que deixarão saudades. Muitos fatos curiosos estarão no filme com certeza, então vamos aguardar o lançamento.

Você acha que de alguma forma ajudou a mudar o jeito de se andar de skate no mundo? Por quê?
Acho que o skate brasileiro em geral, ajudou no jeito de se andar de skate no mundo. Nossa garra, determinação e criatividade sempre serão referências para muitos.

Como está a sua carreira atualmente? E os planos para o futuro?
Continuo levando o nome do Brasil por esse mundo afora e participando de campeonatos e demonstrações. Também sou sócio de uma empresa que fabrica rodas de skate chamada Type-S Wheels. Espero continuar atuando no cenário profissional nos próximos anos e ajudar no desenvolvimento de novos negócios.

(fonte:ESPN)