æTudo sobre SnowboardMark McMorris fala sobre o Triple Cork 1440

Já que falamos sobre o Triple Cork no post anterior, nada mais justo que mostrarmos essa monobra no snowboard também. O jovem canadense Mark McMorris vem cravando seu nome no mundo do snowboard profissional, ainda mais depois de acertar o famoso Triple Cork 1440,  em Aspen no ano passado. Abaixo iremos mostrar uma pequena entrevista com Mark e ele fala um pouco mais sobre Aspen, sua manobra e o que tem de novidade para este ano.

Recentemente, você machucou o braço, como está sendo a recuperação?
É bom, eu acho. Passaram-se duas semanas desde que me machuquei, e eu vou ficar fora por mais duas semanas. Eu tenho uma pequena fratura no braço que aconteceu em Tahoe, depois fui para Park City e cai sobre ele no salto que fiz. Fui ao médico e descobri que foi fraturado. Eu andei com ele quebrado durante quatro ou cinco dias sem perceber. Fiquei um tempo fora para poder recuperar.

Onde você vai na maiorias das vezes neste inverno?
Eu vario de lugar para lugar. Eu realmente não gasto mais do que um mês em um só lugar. Meu inverno está cheio de filmagens, concursos e gosto muito de viajar.

Conte-nos sobre a aterrissagem da incrível Triple Cork 1440. Isso deve ter sido incrível…
Nós estávamos filmando em Aspen, e do salto ao fundo do parque, em Snowmass era muito alto, cerca de 75 pés (aprox. 70 metros). O pessoal teve que fazer alguns ajustes para acontecer, adicionando um pouco de pop (neve artificial). O pouso era alto, com isso fiz com segurança.

Você vai para Aspen pensando que fazer qual manobra?
Eu queria tentar essa manobras. Nós estávamos filmando para o Transworld Snowboarding e eu estava sentindo que era a hora, então eu acabei fazendo o Triple de 1440. Era apenas o momento certo para fazê-lo.

Agora que você fez o Triple em seu próprio país, você tem todas as inspirações para nomear uma nova manobra com seu nome?
Acho que é ridículo dar o nome de uma manobra o mesmo que o seu, mas Mike Michalchuk merece a manobra auto-intitulada, e o nome se encaixa.

Você me mostrou que sabe andar no Pipe. Você se vê passar por ele no futuro?
Nem por isso. Eu quero aprender a andar melhor Pipe. Ele ensina você o controle de ponta e faz-lhe um melhor conjunto.

O que mais tem para este ano?
Depois que eu me recuperar. Neste verão, eu vou passar algum tempo no Camp dos Campeões em Mount Hood e então eu estou indo para a Nova Zelândia em agosto. No ano que vem, eu estou olhando mais para começar no caminho da backcountry. Eu não posso esperar!