æTudo sobre SurfCold Water Classic

O Cold Water Classic chegou na reta final. A última etapa do circuito formado por cinco etapas do WQS nas águas mais geladas do mundo acontece em Santa Cruz, na Califórnia (EUA), desde o dia 18. O evento irá fechar o circuito com chave de ouro, ou melhor, com uma etapa PRIME. Surfistas de alto nível d o mundo inteiro participam da competição em busca dos preciosos pontos para uma classificação para a elite. E até mesmo quem já está nela, disputa o CWC em Santa Cruz para se garantir no topo, como é o caso de Matt Wilkinson.

Nesta quinta-feira as disputas do round 2 estão rolando em ondas médias. Raoni Monteiro foi o primeiro brasileiro a passar para a terceira fase do campeonato. Ele ficou em segundo lugar na bateria que foi vencida por Jonny Craft. Na ocasião, o espanhol Aritz Aranburu, que venceu no final de semana a etapa carioca do SuperSurf, foi eliminado.

Sunny Garcia também não achou suas ondas e acabou na última colocação da bateria de número 4. O surfista da elite Roy Powers foi quem ficou em primeiro. No primeiro dia de disputas, foi a vez do veterano, Peter Mel, brilhar. Ele fez a maior somatória do dia com seu surfe clássico para tirar um 7,60 e um 7,20.

A previsão para hoje é que seja realizado pelo menos o round 2 inteiro. Na sexta-feira o mar deve baixar um pouco, mas no final de semana volta a melhorar com uma influência de uma ondulação de sul.

Nesta etapa serão distribuídos 145 mil dólares em prêmio. O campeão do circuito irá embolsar sozinho 50 mil dólares. Por enquanto, o australiano Shaun Cansdell lidera o ranking com 5591 pontos. A janela de espera da competição vai até o dia 24 de outubro.