æTudo sobre Esportes RadicaisMarcelo Luna em busca da maior onda do mundo

Sonhos, ondas gigantes, se importar em deixar o legado, cuidado com o próximo….
Tudo isso é o que o atleta do surf Marcelo Luna, tem em sua mente e como meta para a sua vida.

De uma família simples, mãe e pai, este então alcoólatra, e uma irmã mais velha. Desde cedo, conheceu e enfrentou dificuldades.
Aos nove anos já fumava e aos 11 começou com a bebida e a maconha, chegando ao crack e a cola. Mas tudo mudaria em breve, pois um dia, consumindo o craque passou muito mal e ficou assustado sentindo a morte passar por ele. Confuso, resolveu mudar de vida, e esse foi o divisor de águas.
Já andava de skate desde os 11 anos, quando uma pessoa próxima o convidou para surfar e aí um novo desafio, (não sabia nem nadar..), mas aceitou o convite.

Naquele  dia tudo mudaria,  “_a sensação e a sintonia com o mar, começou ali, mesmo em meio a “rolas” e braçadas erradas, fui sugado pelo mar e quase morri afogado,  mesmo assim comecei a me apaixonar pelo surf e aprendi a nadar!!!”, relata Marcelo Luna, relembrando tudo de forma divertida e emocionante.

O tempo foi passando e a paixão aumentando, foi então que resolveu desbravar e ir para outra cidade para viver o surf, morou no Guarujá, litoral paulista e depois em Florianópolis, cidade do litoral do sul do país, onde para sobreviver aprendeu a fazer pratos da cozinha
japonesa, ralou muito, mas hoje entende que tudo valeu muito a pena.
Durante um tempo, deixou o sonho de menino estacionado. Viveu uma vida normal, trabalhou e o surf, ficou apenas como hobby. Muitas coisas aconteceram durante este período, seu pai, agora totalmente liberto do álcool e com a família restaurada, é acometido por um câncer e veio a falecer em 2012. Ao longo de tantas perdas e mudanças, hoje crê que Deus abriu um novo ciclo para que agora ele siga com seu sonho, e enfrente as tão sonhadas ondas gigantes, praticando o tow-in.

Além disso, Marcelo é um poli atleta, corre, pedala, nada, treina, anda de skate e surfa…isso mesmo da condição “nada no horizonte”, a agora um “desbravador conquistando os 7 mares” e fazendo o que ama.

PROJETO MEU MUNDO MEU SONHO

Inicialmente desenvolvido, principalmente na praia de Nazaré, em Portugal, com objetivo de documentar toda a vida do surfista, além de conseguir surfar a maior onda do mundo.
“Sempre gostei de onda grande. Surfei muitos anos como amador e, de uns dois anos e meio para cá, me especializei. Como ondas grandes exigem muito preparo, busquei treinamento, aprimorei minha capacidade física e pulmonar, e hoje sou especializado na modalidade Tow-In.”
O atleta comenta que o surf foi de extrema importância para a vida dele, já que o tirou do envolvimento com drogas e o levou para o esporte, conquistando qualidade de vida. Para ajudar outros jovens que possam passar pelas mesmas dificuldades, Marcelo idealiza um projeto de conscientização e noções básicas para a prática do Tow-In na represa Billings, em São Bernardo do Campo, cidade do ABC paulista. Clique AQUI para saber mais.

marcelo-lunaa

 

O PICO EM NAZARÉ

Oportunidades apareceram, e começava então a tomar forma o seu tão sonhado desejo.
Na sua primeira estada em Nazaré, não poderia estar em melhor companhia, com nada menos que alguns dos melhores do mundo.
A convite do seu mestre e considerado seu “padrinho das big waves”, o tão conhecido Alemão de Maresias, segue para Nazaré, em Portugal, para conhecer um dos picos mais sinistros hoje no Big Surf.
Ao lado do seu mestre e toda a equipe Red Bull, teve sua primeira experiência e logo em seguida, já começou a se organizar para voltar a Nazaré e se dedicar ao seu tão sonhado desejo no momento.
Não mediu esforços e se cercou de profissionais de primeira linha para poder estar em condições para enfrentar as bombas, ou monstros, como queiram nomear.
Em janeiro de 2016, voltou ao pico ao lado do Big Rider brasileiro, considerado “casca grossa”, Thiago Jacaré e juntos, formaram um time e ficaram 30 dias enfrentando as avalanches de Nazaré.

Hoje se sente um privilegiado, por em apenas seis meses, já ter realizado sonhos que eram muito distantes, ter tido o prazer e a honra de ter surfado ao lado dos ídolos e feras do surf como Carlos Burle, entre outros.
_”Sou muito grato à Deus por toda essa transformação em minha vida, e estar ao lado de todos esses caras que cresci vendo surfar, é uma honra. Agradeço em especial, ao Alemão de Maresias, ( que considero meu padrinho), pois foi esse cara que me incentivou, acreditou, apoiou e abriu as portas para mim no mundo do surf; ao Thiago Jacaré por confiar na parceria de pilotar para ele em dias difíceis em Nazaré, o que não é brincadeira…(enfatizando a dificuldade do pico), escutar elogios e agradecimentos desses caras, para mim é uma HONRA!!!!” finaliza, Marcelo Luna.

10644974_10204306698667221_2522411372548758151_n