æTudo sobre UFCEntrevista exclusiva com Rodrigo Minotauro

O lutador Minotauro que ficará parado por seis meses concedeu uma entrevista para o seu próprio Site.  Confira aqui no Amantes do Esporte:

Entrevista exclusiva com Rodrigo Minotauro:

1- Como está sua cabeça neste momento?

Minotauro: Estou bem tranquilo. Vida de atleta profissional é assim mesmo. Nossos treinos são muito intensos e são inúmeras as batalhas pelas quais já passamos. Estamos sujeitos a isso! É apenas mais uma cirurgia. O que não mata fortalece! Da mesma maneira que me concentro durante um período de treinamentos, estarei muito focado na recuperação!

2- Quais são as lesões que você irá tratar?

Minotauro: Vou fazer duas cirurgias. Uma delas no quadril e outra no joelho. No quadril será uma artroscopia; no joelho terei que reparar o ligamento cruzado e o menisco. São lesões antigas que em algum momento eu teria que tratá-las e estavam comprometendo minha velocidade, flexibilidade e explosão. Consultei um especialista e ele me colocou na parede: “você pode lutar agora e nós não conseguiremos mais recuperá-lo. Faça a cirurgia, cumpra todos os tratamentos e você voltará chutando na altura do rosto dos seus adversários”. Eu estaria lutando com 60% de minha capacidade. Sem dúvida, estaria em desvantagem. Saí de lá decidido; apenas ajustei alguns pontos com as pessoas que trabalham diretamente comigo!

3- Qual é o tempo estimado para recuperação?

Minotauro: Levando em conta as duas cirurgias, em seis meses estou pronto para voltar ao octógono!

4- Rumores sobre sua contusão?

Minotauro: Nossa vida profissional é pública,fica difícil de controlar tudo! O que algumas pessoas não entendem é que determinadas notícias (não oficiais) têm grande impacto!

5- As datas das cirurgias já estão marcadas?

Minotauro: Já, sim. Farei uma delas nos EUA. A outra farei no Brasil com especialistas também. Sem dúvida usaremos os melhores recursos disponíveis. Ambos os médicos me garantiram que, após a recuperação, estarei voando!

6- Essa era uma luta muito esperada, tanto para seus fãs quanto para você. O que pode dizer sobre essa revanche?

Minotauro: Na primeira luta com o Mir, eu não estava bem. Fui teimoso e paguei caro por isso! O Mir é um grande atleta e merece respeito. Teve momentos difíceis na vida, mas sem dúvida ele é um vencedor! A revanche pode ser uma “faca de dois gumes”: se o atleta não souber separar bem a emoção da razão, as chances de dar tudo errado aumentam bastante! Na minha opinião, correr atrás de uma revanche tem seus limites. Quando me ofereceram esse combate, em questão de segundos o filme já estava montado na minha cabeça. “Se Deus está colocando ele novamente no meu caminho, eu estarei pronto!”. Com isso, eu decidi lutar apenas se tivesse 100%!

7- Mir vs Cro cop?

Minotauro: Grande luta. São dois campeões que atravessam momentos parecidos na carreira. Ambos querendo voltar ao topo! Cro cop vem de duas vitórias, está bem motivado e Mir irá tentar se recuperar da última derrota.

8- O que você espera do combate entre seu irmão gêmeo Rogério contra o explosivo Ryan Bader?

Minotauro: O bom de toda essa situação é que poderei estar no corner dele! Conhecemos bem o jogo do Ryan. Ele é muito rápido e teve uma grande evolução desde quando fui seu treinador no TUF. O Rogério vive um ótimo momento e seu objetivo é o cinturão dos médios. Ele vai usar todas as suas armas. O boxe dele é muito perigoso; isso faz com que seja possível controlar a distância na luta. Outro ponto importante é a experiência do Rogério, que é outro fator que acreditamos bastante!

9- No quinto round da luta entre o Anderson e o Sonnen, o que você estava pensando naqueles minutos finais?

Minotauro: Estávamos muito preocupados com a lesão, mas ele tomou a decisão correta em lutar! Parece brincadeira, eu até publiquei no meu twitter (@Minotauromma). Nos segundos que antecederam sua entrada no octógono, ele me abraçou e disse: “Fica tranquilo, Mestre. Eu vou finalizar essa luta”. O Anderson é um atleta muito perigoso, estava tentando aquele triângulo desde o segundo round e no quarto round também; quase nocauteou ele. Sem dúvida as provocações e declarações antiprofissionais do Sonnen o deixaram com mais sede ainda. Seu alto nível técnico e seu coração de campeão fizeram com que ele finalizasse a luta faltando 1 minuto para acabar. Isso é para poucos! O Anderson nos encheu de orgulho!

10- Quando voltar, como você acha que estará a categoria dos pesados?

Minotauro: Se Deus quiser, com o Junior campeão! Estamos todos trabalhando forte para isso! Ele é um grande atleta e uma ótima pessoa. Merece esse título mais que ninguém! Volto só em 2011 que já está aí. Estamos a 4 meses do final do ano. Uma coisa de cada vez. Como sempre, quero lutar com os melhores e, sem dúvida, chegar no cinturão.

(fonte:MMALLSTARS)