æTudo sobre UFCUFC: As lutas que marcaram 2010

1 – Anderson Silva x Chael Sonnen foi, sem dúvida alguma, o combate mais marcante do ano. O brasileiro – maior vencedor da história do UFC , apanhou mais nesta luta do que em todas suas outras apresentações no evento somadas. No final do último round, Anderson “The Spider” tirou uma finalização da cartola e obrigou o marrento americano a dar os três tapinhas.

2 – Se não foi a mais emocionante, foi a mais surpreendente, com certeza. O brasileiro Fabrício Werdum assombrou o mundo das lutas ao finalizar em apenas um minuto o maior peso-pesado de todos os tempos, o russo Emilianenko Fedor, invicto há dez anos. Werdum deve dar a revanche ao rival no primeiro semestre de 2011.

3 – A revanche entre Lyoto Machida e Maurício Shogun colocou frente a frente os melhores meio-pesados (93 kg). A primeira luta foi equilibrada e estudada, a segunda foi uma aula de agressividade de Shogun, que nocauteou em menos de dois minutos. Com a derrota, Machida perdeu sua invencibilidade que já durava 16 combates.

4 – A primeira edição do UFC nos Emirados Árabes tinha tudo para ser inesquecível. E foi, mas não como se esperava. Além do fraco nível dos combates, a luta principal da noite entre Anderson Silva e Demian Maia foi vergonhosa. Anderson se preocupou mais em humilhar o adversário do que em lutar. Mesmo vencendo por boa margem de pontos pontos, o público não perdou os xingamentos feitos durante o combate e vaiou duramente o campeão Anderson Silva.

5 – A disputa de cinturão entre o gigante Brock Lesnar e a promessa Cain Velasquez era aguardada com ansiedade entre os fãs de MMA. Mas, ao contrário do que se esperava, Cain não tomou conhecimento do campeão e atropelou o adversário em pouco mais de dois minutos. Ao que tudo indica, nasce uma nova lenda do esporte.

6 – Ao torcedor mais atento, vale lembrar o embate entre o brasileiro Rodrigo Minotauro e Cain Velasquez. Na época, Cain ainda era uma promessa, mas a rápida e fulminante vitória por nocaute, ainda no primeiro round, credenciou o mexicano a duelar com Brock pelo cinturão.

7 – Zé Aldo foi eleito o melhor lutador do ano. Em 2010, Aldo foi perfeito. Em abril, venceu por pontos Urijah Faber em sua primeira defesa de cinturão. Cinco meses depois, nocauteou Manny Gamburyan, quando deixou claro que não havia adversários à altura na categoria. Depois do combate, o presidente do UFC convidou, sem sucesso, Aldo a subir de peso.

(fonte: R7)