æTudo sobre UFCVitor Belfort vs Anderson Silva já tem data marcada

Depois de um dia inteiro de especulações na internet, o presidente do UFC, Dana White, confirmou que a lesão de Vitor Belfort foi apenas uma jogada de marketing. Na tarde desta quarta-feira (22), Dana anunciou, por meio de seu Twitter oficial, que Vitor será o próximo oponente de Anderson Silva na disputa do cinturão dos médios (84 kg).

O combate, que já havia sido marcado para abril deste ano, é um dos mais aguardados dos últimos tempos no vale-tudo. Belfort, que está um ano parado devido a uma cirurgia no ombro, vem de cinco vitórias seguidas, incluindo dois nocautes sobre ex-campeões do UFC.
Enquanto isso, Anderson é o atual campeão e está invicto há 13 combates, sendo o recordista de vitórias seguidas no evento.
Após o esclarecimento de Dana White, Vitor Belfort topou conversar novamente e explicar todo o ocorrido.

Agora sim, Vitor. Pode confirmar a luta com o Anderson?
Vitor Belfort – Agora sim, está tudo certo. A luta já foi marcada para o dia 1º de janeiro, aqui em Las Vegas, no evento de réveillon do UFC. Com certeza vai ser o réveillon com o maior número de brasileiros em Las Vegas. Estão todos convidados [risos]

Então o ombro está 100%?
Belfort – Está 100%, perfeito. Estou treinando normalmente e vou chegar pronto para o combate.

Quando você foi convidado para esta luta?
Belfort – O Dana [White] me ligou ontem, depois que falei com você. Mas ele me pediu que não comentasse sobre o assunto até ele divulgar, então não pude falar nada.

Você vinha treinando para enfrentar o Okami. A troca de oponente pode te atrapalhar?
Belfort – Não, tem um tempo bom para a luta ainda. Claro que a estratégia vai ser readaptada, mas não tem como ser melhor. Vou lutar em Las Vegas, onde moro, não vou precisar viajar. E mais, vai ser uma luta pelo cinturão, mais um sonho realizado.

Sua luta com o Anderson é aguardada há muito tempo. Ele está invicto há 13 combates e é o grande campeão do momento. Ele será o oponente mais difícil da sua carreira?
Belfort – Sim. Ele vai ser o mais difícil, assim como o adversário depois dele também será o mais difícil. O próximo oponente é sempre o mais difícil. Tenho que treinar sempre e sempre, o máximo possível. Na hora a gente vai saber o que vai acontecer, mas vou chegar preparado.

E como foi o convite do Dana White?
Belfort – Poxa, nem acreditei, fiquei muito feliz. Só de lutar pelo cinturão de novo… Já fui campeão entre os pesados e meio-pesados, agora vou buscar o dos médios.

Ficar um ano sem lutar pode te atrapalhar?
Belfort – Espero que não. Eu procuro ver da forma mais otimista possível. Antes de olhar que pode atrapalhar, eu penso que eu tive mais tempo para me recuperar de lesões e pude descansar mais.

Saiba mais o que acontece no UFC

(fonte:R7)